Governo realiza dia ‘D’ Escola Digna e entrega novas escolas em 5 municípios maranhenses

Compartilhar
Secretário de Estado da Sedihpop Francisco Gonçalves entrega oficialmente a escola indígena na Aldeia Abraão em Arame-MA

O sábado (15) foi de festa para as comunidades escolares de Arame, Amarante do Maranhão, Maranhãozinho, São José de Ribamar e na capital São luís. O Governo do Maranhão realizou o Dia D da Educação e entregou sete novas escolas, destas, três em Terras Indígenas, que beneficiarão centenas de estudantes em todo o Maranhão.

O Secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, esteve no município de Arame representando o Governador Flávio Dino, onde inaugurou as escolas indígenas nas Aldeias Jacaré e Abraão, pertencentes ao povo Guajajara na Terra indígena Araribóia. Ele destacou os avanços da política do Governo do Estado na garantia de direitos, principalmente aos povos indígenas e quilombolas. “O Governo Flávio Dino não inaugura pedras fundamentais e sim escolas dignas para que todas as pessoas tenham condições de aprender e os professores de ensinar. Sem isso é injustiça e violação de direitos”, pontuou.

Rogério Guajajara, Cacique da Aldeia Jacaré, classificou a entrega da Escola Purumu’e Katuhaw como um sonho realizado. “Meu pai enquanto Cacique sonhou em ver essa escola construída. Ele não pôde ver, mas essa conquista partiu de sonho dele. Por isso estamos felizes com essa escola nova e nossas crianças vão poder estudar melhor”, concluiu.

De acordo com a gestora da escola, Maria Dulce Antunes, os alunos sofriam muito com o calor e a falta de conforto na escola antiga e agora terão um espaço de mais qualidade para estudar. “Essa comunidade precisava bastante dela, pois os alunos sofriam muito com calor, em um lugar que não era adequado. Agora estamos muito felizes e tenho certeza que o ano de 2020 vai ser maravilhoso aqui na nossa nova escola”, declarou.

“Uma beleza, estamos felizes, pois antes meus alunos estudavam no chão de barro. Agora vão experimentar sentar em cadeiras novinhas. Tudo muito bonito” comemorou a professora Tereza Guajajara, que agora vai ensinar na nova Escola João Pinuhu, na Aldeia Abraão.

Outras Inaugurações


A Grande Ilha ganhou duas novas unidades do programa Escola Digna. O Governo entregou o Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP), no Maranhão Novo, em São Luís, que foi todo revitalizado, onde os alunos serão estimulados à independência e autonomia. O CAP recebeu serviços de pintura completa, revisão das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, bem como revisão de cobertura, esquadrias e ferragens e piso podotátil. Para as obras, foram investidos mais de R$ 400 mil.

Ainda na capital, o governo entregou o Centro de Ensino São Cristóvão – Anexo Coquilho, na zona rural, reformado e ampliado para receber 150 estudantes do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos, nos turnos da tarde e noite. Entre os serviços, ampliação da quantidade de salas de aula, sala de professores, laboratório de informática, cozinha e pátio coberto, além de serviços de troca de louças e metais, impermeabilização, forro e pintura geral. Foi empregado mais de R$ 1 milhão para as melhorias.

No município de Maranhãozinho, região do Alto Turi, foi inaugurado o Centro de Ensino Elias das Chagas Bitencourt. As obras de reforma no prédio incluíram melhorias nas áreas de cobertura, forro, revestimentos, mármores e granitos, pavimentação, pintura geral, entre outros, além de instalações de combate a incêndio. Mais de R$ 1 milhão em investimentos foram utilizados na obra.

Em Amarante, o Centro de Ensino Escolar Indígena Gianni Sartori, na Aldeia Juçaral, vai atender dignamente mais de 100 estudantes. O secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto coordenou as entregas e pontuou ser “mais um momento marcante do programa Escola Digna, que vem avançando, garantindo direitos e oportunidades às comunidades com os investimentos na educação. O Escola Digna é um marco na história do Maranhão e, cada vez mais, renderá frutos à nossa sociedade”.

O cronograma de obras do Programa Escola Digna está bem próximo de atingir a marca de mil obras, entre construções, revitalizações e reformas, que refletem na melhoria dos índices educacionais do Maranhão e segue transformando a realidade de milhares de estudantes em todas as regiões do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *